Equilibrando sua saúde emocional no trabalho em 5 ações

Para se tornar uma pessoa equilibrada e ciente do seu próprio potencial, torna-se essencial estabelecer e manter uma saúde emocional constante.

É comum ver pessoas que perderam emprego pelo fato de não conseguirem controlar na medida exata tais emoções. Por vezes, o trabalho pode ser algo muito estressante. Querendo ou não, é onde passamos a maior parte do dia. Como também grande parte da vida. E nessa ocasião, ter uma boa saúde emocional é algo que trará qualidade de vida e bem-estar a longo prazo.

Portanto, atente-se e evite casos de agressividade com companheiros, clientes e chefes. Quaisquer outras manifestações de desequilíbrio emocional na pior das hipóteses podem causar grandes impactos negativos principalmente no desenvolvimento profissional.

Afinal, o que é Saúde Emocional?

A resposta mais precisa seria o estado em que a pessoa consegue obter a plena dominação das suas emoções e encontra-se numa posição de bem-estar psicológico. Pessoas que possuem uma saúde emocional expressiva sentem-se bem em relação a si mesmas, longe de sentimentos depressivos, ansiedade e outros transtornos emocionais.

Estar saudável emocionalmente consigo mesmo requer a satisfação física e psicológica, como também o controle sobre o estresse e de quadros de raiva ou choro. E na tentativa de transmitir conhecimentos acerca da Saúde Emocional, separamos alguns exemplos dos quais podem contribuir para sua evolução.

1 – Capacidade de adaptação.

A mudança de algo no ambiente de trabalho pode ser um fator de extrema relevância para a desestabilização emocional. A busca pela resiliência (capacidade de adaptar-se a diversas situações) é um dos principais atributos colaborativos mantenedora da saúde emocional. Além do mais, tal capacidade contribui de maneira significativa para outra capacidade: desenvolvimento de solucionar problemas inesperados.

2 – Profissionalismo é profissionalismo. O lado pessoal é outra história.

Críticas construtivas devem ser aceitas como um indicativo para otimização de processos profissionais. Portanto, não leve isso para o lado pessoal. Colegas ou superiores ao fazer algum comentário do qual não ofenda sua pessoa e profissionalismo pode lhe render outra visão para melhorias. Afinal, dentro de uma organização, o trabalho em conjunto é o que gera resultados. A saúde emocional está ligada as relações desenvolvidas com outros profissionais que o cercam.

3 – Fortifique seu valor.

O fato é que todos nós erramos. Em algum momento da vida isso há de acontecer. Se por algum motivo seus esforços não estão gerando bons rendimentos aos projetos, é necessário que você pare e pense em suas qualidades, em seus talentos. É com essa atitude e calma que você poderá pontuar suas capacidades e otimizar o desempenho para que os resultados possam ser colhidos. Uma bronca de seus superiores pode não ser tão ruim como muitos imaginam. Essa pode ser a oportunidade de refletir sobre suas ações a comportamentos e buscar incentivo para que seu desempenho volte a evoluir.

4 – Intervalos são essenciais.

É bom lembrar que não somos um android. Diferentemente de um robô, nós, seres humanos, temos a capacidade orgânica da qual resulta em boas ideias e criatividade. Portanto, procure exercer um pequeno intervalo entre as atividades no serviço. A oxigenação em nossos cérebros é uma eficiente maneira de elevar a capacidade criativa. As boas ideias.

5 – O que é do Trabalho, fica no Trabalho.

Muitas pessoas ao terminarem seu expediente costumam levar resquícios do trabalho para casa. Algo que certamente não é bom. Por questões de lógica e prudência, tais problemas não irão se resolver se você ficar com ele em sua cabeça. Em verdade, muitos problemas irão somente agravar a qualidade do seu descanso e provocar sérios impactos em sua saúde emocional. O diferencial nos dias de hoje é estar com a mente preparada a cada dia para que desafios sejam vencidos e soluções sejam alcançadas. Ou seja, ao sair do trabalho e chegar em casa, relaxe e curta um bom descanso. Tudo é possível.

Conheça o Programa PARC

O programa de alto rendimento cognitivo é composto de várias fases e envolve vários profissionais com formações específicas e complementares para alcançar nosso principal objetivo: potencializar a inteligência humana.

O PARC – Programa de Alto Rendimento Cognitivo é composto de várias fases e envolve vários profissionais com formações específicas e complementares para alcançar nosso principal objetivo: potencializar a inteligência humana. Inicialmente, nosso cliente é submetido à avaliação neuropsicológica, nutricional, física, clínica-psiquiátrica e na medicina do sono. Nossos profissionais são capacitados e se dedicam a aplicar seus conhecimentos especificamente à melhora do rendimento cognitivo. Saiba mais …

O Programa PARC

Em nosso livro “PARC Desenvolvendo Super Cérebros: Conheça o método de alto rendimento cognitivo” abordamos tudo o que você precisa saber que a indústria alimentícia não conta com clareza. Lá você encontrará um guia completo dobre a Dieta PARC. Essa dieta já mudou o estilo de vida de diversas pessoas que testaram o nosso programa. Além disso, o livro é rico em dicas poderosas das quais podem proporciona-lhe um alto poder cognitivo.

Baixe nosso livro neste link> https://bit.ly/2vO78sk e tenha em mãos tudo o que você precisa saber para potencializar sua inteligência!